Tratar a conjuntivite

A conjuntivite é a inflamação da fina membrana que reveste o globo ocular, afectando também a parte interior das pálpebras e adquirindo um tom avermelhado (ao invés do seu aspecto transparente habitual). Na maioria das vezes, é causada por inflamações e pode ser agravada pela exposição a elementos como fumo, pó ou água contaminada.

Tendo uma origem inflamatória, a conjuntivite pode ser trata com várias plantas medicinais, que têm um efeito predominantemente anti-inflamatório e anti-séptico. A aplicação, na grande maioria dos casos, faz-se localmente.

Uma doença semelhante é a blefarite, tratando-se da inflamação das pálpebras, e que pode ser tratada exactamente da mesma forma que a conjuntivite.

Plantas medicinais para o tratamento da conjuntivite:

  • Aspérula-odorífera – lavagens oculares com decocção
  • Beldroega – pasta com planta fresca
  • Camomila – lavagens oculares com infusão
  • Carvalho – compressas e banhos oculares com decocção da casca
  • Cenoura – crua ou em sumo
  • Chá – lavagens oculares com decocção
  • Erva-de-são-roberto – lavagens oculares com decocção
  • Eufrásia – lavagens oculares com infusão
  • Fidalguinhos – compressas, banhos oculares e gotas com decocção de flores
  • Funcho – lavagens oculares com infusão (de sementes)
  • Hamamélia – lavagens oculares com infusão de folhas
  • Meliloto – lavagens oculares com infusão
  • Rosa-canina – lavagens oculares com água de rosas
  • Roseira – infusão de pétalas
  • Sabugueiro – compressas e lavagens oculares com infusão (de flores)
  • Sanamunda – lavagens oculares com infusão
  • Tanchagem – lavagens oculares com decocção
  • Ulmeiro – lavagens oculares com decocção da casca
  • Videira – lavagens oculares com seiva
  • Violeta – lavagens oculares com infusão