Tratar a bronquite

A bronquite consiste na inflamação da mucosa que reveste os brônquios, tendo como consequência tosse, dor, febre e dificuldade em respirar. A origem da bronquite é frequentemente infecciosa, e quando ocorre com frequência, é utilizado o termo bronquite crónica.

As plantas medicinais indicadas para o tratamento desta inflamação têm sobretudo uma acção mucolítica (o desfazer da mucosidade dos brônquios) e balsâmica (suavização das ditas mucosas). Ao mesmo tempo, têm também acção expectorante, facilitando a tosse que está na origem da dor.

A traqueíte, apesar de ser uma doença diferente (inflamação da traqueia), tem bastantes semelhanças com a bronquite, e o tratamento fitotrópico é exactamente o mesmo.

Plantas medicinais para o tratamento da bronquite:

  • Alcaçus – infusão, pasta ou extracto
  • Algodoeiro – infusão de flores
  • Alho – cru
  • Anis-verde – infusão de frutos
  • Asclépia – raiz (decocção)
  • Cebola – crua, em sumo ou xarope
  • Cenoura – crua ou em sumo
  • Chagas – infusão de folhas, flores ou frutos
  • Choupo-negro – decocção dos brotos tenros e da casca
  • Énula – pó ou extracto de raiz
  • Eucalipto – infusão, essência ou banho de vapor
  • Girassol – infusão das flores ou caules (tenros)
  • Hidraste – infusão das raízes
  • Hissopo – infusão ou essência
  • Líquen-da-islândia – decocção
  • Malva – infusão de folhas ou flores
  • Marroio – infusão
  • Mostarda-negra – pasta com a farinha
  • Polígala-da-virgínia – pó ou decocção da raiz
  • Rabanete e rábano – cru ou em sumo
  • Rorela – infusão ou tintura
  • Tanchagem – decocção das folhas ou raiz
  • Tília – infusão das flores
  • Tussilagem – infusão (da planta seca)
  • Urucu – infusão (das sementes)
  • Violeta – infusão de folhas e flores ou xarope
  • Zimbro – bagas maduras, infusão ou essência